segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

♫URSOS DO CARNAVAL: O DUPLO PROFANO DA FOLIA DE REIS?♫

*Os Ursos Carnavalescos - Recife -PE - Brasil*

Cada uma destas manifestações guarda suas especificidades, tradições, histórias e práticas. É interessante notar que logo assim que passa a temporada de Reis surgem as manifestações profanas pré-carnavalescas, neste caso os Ursos. As práticas dos Ursos brasileiros se assemelham a Folia de Reis quanto a sair pelas ruas batendo nas portas das casas cantando, dançando e pedindo prendas. Também há figuras com funções representativas e um personagem central: O Palhaço para a Folia de Reis e o Urso principal para o grupo dos Ursos carnavalescos. Vejamos cada uma destas histórias em particular.

*Os Ursos - Crianças Brincando como os grupos de Ursos adultos em João Pessoa -PB - Brasil -Foto do meu arquivo Pessoal*


*OS URSOS - HISTÓRICO:

Uma das brincadeiras mais estimadas e em franca evolução no carnaval do Recife é a La Ursa; o urso do carnaval cujas origens encontram-se nos ciganos da Europa que percorriam a cidade com seus animais, presos numa corrente, que dançavam de porta em porta em troca de algumas moedas, ao som da ordem: "dança la ursa!".
*
*FORMAÇÃO:
A figura central é o urso, geralmente um homem vestindo um velho macacão coberto de estopa, veludo, pelúcia ou agave com sua máscara de papel-machê pintada de cores variadas, preso por uma corda na cintura, segurado pelo domador, a figura dança para alegria de todos ao som de toadas do próprio grupo ou sucessos das paradas carnavalescas, podendo variar para o baião, forró, xote e até polca. A Orquestra do urso de carnaval é geralmente formada por sanfona, triângulo, bombo, reco-reco, ganzá, pandeiro; havendo outras mais elaboradas onde aparecem violões, cavaquinhos, clarinetes e até trombones. O conjunto traz por vezes, além do domador, do urso e da orquestra, o tesoureiro (com sua pasta de arrecadar dinheiro), porta-cartaz ou porta-estandarte, balizas e outros elementos que lá estão só para brincar o carnaval.
*
*CANÇÕES
Os Ursos também cantam rimas e trovinhas junto a uma barulheira que as tornam inteligíveis, mas, quando chegam a uma casa que lhes abre a porta ou portão tentam se fazer ouvir. Eu conheci um grupo infantil destes no ano de 1995 em João Pessoa. Na casa que eu estava as pessoas me contaram que eles esperam receber qualquer coisa como prenda: Um copo d’água, um doce, um sorriso. Eu pedi para que os recebesse para ver de perto esta manifestação que nunca tinha visto no Rio de Janeiro. No grupo havia várias crianças com o rosto pintado e um rapaz fantasiado no meio, este era o urso principal a quem deveríamos dirigir as prendas para ele dividir com os pares. Eles batucavam e cantavam:

VIEMOS CANTAR
VIEMOS DANÇAR
VIEMOS BRINCAR
QUEREMOS PRENDÁ...

Os donos da casa lhes deram água e eu pedi para tirar uma foto deles, pena que não era máquina digital e só tinha aquela foto pra tirar, mas, foi o suficiente para eles acharem que era uma prenda e saírem cantando:

ESSA AÍ É GENTE BOA
ESSA AÍ É GENTE BOA
ESSA AÍ É GENTE BOA...

*FOLIA DE REIS
Folia de Reis é um festejo de origem portuguesa ligado às comemorações do culto católico do Natal, trazido para o Brasil ainda nos primórdios da formação da identidade cultural brasileira, e que ainda hoje mantém-se vivo nas manifestações folclóricas de muitas regiões do país.


*ORIGENS
Na tradição católica, a passagem bíblica em que Jesus foi visitado por reis magos, converteu-se na tradicional visitação feita pelos três "Reis Magos", denominados Melchior, Baltazar e Gaspar, os quais passaram a ser referenciados como
santos a partir do século VIII.


Fixado o nascimento de Jesus Cristo a 25 de dezembro, adotou-se a data da visitação dos Reis Magos como sendo o dia 6 de janeiro que, em alguns países de origem latina, especialmente aqueles cuja cultura tem origem espanhola, passou a ser a mais importante data comemorativa católica, mais importante, inclusive, que o próprio Natal. No estado do Rio de Janeiro, os grupos realizam folias até o dia 20 de Janeiro, dia de São Sebastião e padroeiro do Estado.


Na cultura tradicional brasileira, os festejos de Natal eram comemorados por grupos que visitavam as casas tocando músicas alegres em louvor aos "Santos Reis" e ao nascimento de Cristo; essas manifestações festivas estendiam-se até a data consagrada aos Reis Magos. Trata-se de uma tradição originária de Portugal que ganhou força especialmente no século XIX e mantem-se viva em muitas regiões do país, sobretudo nas pequenas cidades dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro, dentre outros.


Na cidade de Muqui, sul do Espírito Santo, acontece desde 1950 o Encontro Nacional de Folia de Reis, que reúne cerca de 90 grupos de Folias do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. É o maior e mais antigo encontro de Folias de Reis do país. O evento é organizado pela Secretaria de Cultura do Município e tem data móvel.



*Folia de Reis no interior de Minas Gerais - Brasil*


No Brasil a visitação das casas, que dura do final de dezembro até o dia de Reis, é feita por grupos organizados, muitos dos quais motivados por propósitos sociais e filantrópicos. Cada grupo, chamado em alguns lugares de Folia de Reis, em outros Terno de Reis, é composto por músicos tocando instrumentos, em sua maioria de confecção caseira e artesanal, como tambores, reco-reco, flauta e rabeca (espécie de violino rústico), além da tradicional viola caipira e da acordeon, também conhecida em certas regiões como sanfona, gaita ou pé-de-bode.

Além dos músicos instrumentistas e cantores, o grupo muitas vezes se compõe também de dançarinos, palhaços e outras figuras folclóricas devidamente caracterizadas segundo as lendas e tradições locais. Todos se organizam sob a liderança do Capitão da Folia e seguem com reverência os passos da bandeira, cumprindo rituais tradicionais de inquestionável beleza e riqueza cultural.

As canções são sempre sobre temas religiosos, com exceção daquelas tocadas nas tradicionais paradas para jantares, almoços ou repouso dos foliões, onde acontecem animadas festas com cantorias e danças típicas regionais, como catira, moda de viola e cateretê. Contudo ao contrário dos Reis da tradição, o propósito da folia não é o de levar presentes mas de recebê-los do dono da casa para finalidades filantrópicas, exceto, obviamente, as fartas mesas dos jantares e as bebidas que são oferecidas aos foliões.

*CANÇÕES
Em algumas regiões as canções de Reis são por vezes ininteligíveis, dado o caos sonoro produzido. Isto ocorre quase sempre porque o ritmo ganhou, ao longo do tempo, contornos de origens africanas com fortes batidas e com um clímax de entonação vocal. Contudo, um componente permanece imutável: a canção de chegada, onde o líder (ou Capitão) pede permissão ao dono da casa para entrar, e a canção da despedida, onde a Folia agradece as doações e a acolhida, e se despede.Isso ocorre principalmente na cidade de Nova Iguaçu, Mesquita no Rio de janeiro e em 3 bairros do estado do Rio de Janeiro que são Copacabana e Mangueira e Nilopolis.

*E ENTÃO, O QUE VOCÊ ACHA?
*
*Fonte:

7 comentários:

Diario da Fafi disse...

Ah eu adorei esse blog!!!!!
Eu amo a cultura popular, porque é tão rica e cheia de vida!
Nas minhas contações de histórias sempre tem muito de cultura popular. Meu teatro é de chita, meus bonecos que eu mesma fiz são mamulengos...
Adoro.}
Parabéns querida por mas este espaço maravilhoso de compartilhamento de saberes.

Denise Guerra disse...

Oi querida Fafi, aqui estamos nós para trocar mais figurinhas! Seja Bem-vinda! Bjs!

Silvana Nunes .'. disse...

Paraty é uma cidade belíssima. Conheço bem aquele lugar.

Jane Cristo Assumpção disse...

Parabéns por esse espaço,adoro a cultura porpular brasileira,já sou uma seguidora do teu blog.Obrigada pela visita que fizeste ao meu Cantinho.Feliz Ano Novo,Denise.E sucesso prá ti. \0/

Denise Guerra disse...

Oi Jane, obrigada pela visita Volte sempre! Não sei o que aconteceu que não vi seu perfil no espaço dos seguidores. De qualquer forma umgrande abraço!

Guará Matos disse...

Querida Denise,
Vou lhe mandar um link que vai ajudar nas suas pesquisas, principalmente nesse novo blog.
http://www.boamusicaricardinho.com/index_int_17_compositores.html
Nesse site tem uma lista de compositores "pra mais de metro". Mas eu gostaria que você desse uma atenção a Teo Azevedo. Um dos maiores compositores brasileiros, repentista, violeiro e Mestre de Terno de Folia de Reis na Cidade de Bocaiuva, Norte de Minas Gerais. Eu conheço pessoalmente e o cara pediu pra ser talentoso e entrou na fila 1000 vezes. São mais de 1.500 composições gravadas por dezenas de artistas, entre eles: Luiz Gonzaga, Sérgio Reis, Almir Sater, etc.
Quando você chegar na página principal do Site vai aparecer uma lista imensa de feras, vá até Teo Azevedo e depois me conta.
Bjs.

Denise Guerra disse...

Oi Guará, Bem-vindo! vc sabe tudo, obrigada pela atenção!!! Bjs!

Related Posts with Thumbnails