sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

*FELIZ ANO NOVO!!!*

O tempo e as jabuticabas

'Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver 
daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquela 
menina que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ela 
chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir 
quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos.
Não participarei de conferências que estabelecem prazos fixos 
para reverter a miséria do mundo. Não quero que me convidem 
para eventos de um fim de semana com a proposta de abalar o milênio.

Já não tenho tempo para reuniões intermináveis para discutir
estatutos, normas, procedimentos e regimentos internos.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, 
que apesar da idade cronológica, são imaturos.

Não quero ver os ponteiros do relógio avançando em reuniões
 de 'confrontação', onde 'tiramos fatos a limpo'.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo 
majestoso cargo de secretário geral do coral.
Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: 'as pessoas 
não debatem conteúdos, apenas os rótulos'.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a 
essência, minha alma tem pressa...
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente 
humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta
com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não 
foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, 
e deseja tão somente andar ao lado do que é justo.

Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse
amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo.'

O essencial faz a vida valer a pena.

Rubem Alves


sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

*FELIZ NATAL!!!*

*Obra do artísta Jô Oliveira, Brasília*
*CURIOSIDADES SOBRE O NATAL*
Quem resolveu enfeitar a Árvore de Natal?
O nosso pinheirinho é o representante nacional das coníferas, chamadas evergreen ou sempre verdes na Europa, porque não perdem as folhas durante o inverno. Justamente por isso, foram as árvores escolhidas como símbolo dessa época. A primeira árvore de Natal, decorada do jeito como estamos acostumados a ver, apareceu na região da Alsácia, entre a França e a Alemanha de hoje, em 1605. Seus ramos enfeitavam as casas na época fria e, diziam, asseguravam a abundância de pão e riquezas.


Por que a Çelebração da Missa do Galo?
O ponto central do ciclo de Natal é a Missa do Galo, realizada na noite de 24 de dezembro. Até o século IV, o Natal não tinha data fixa, ora era realizado em janeiro, ora em abril. Foi o papa Júlio I que em 376 fixou a data em 25 de dezembro. No ano 476 a Igreja autorizou os sacerdotes a rezarem missa três vezes no dia de Natal. A primeira missa seria a meia-noite (hora do nascimento), a segunda de madrugada (hora da adoração dos pastores) e a última ao nascer do sol. A missa da madrugada ganhou o apelido de Missa do Galo porque é o animal que anuncia o dia enquanto ainda é noite.


Por que a Troca de Presentes?
A tradição de trocar presentes no Natal deve estar relacionada com os presentes que os três reis magos trouxeram na noite de Natal para o Menino Jesus. Mas só a partir do início desse século os presentes passaram aos poucos a assumir o papel principal nas festas, graças tanto ao apelo do comércio como à influência da história do Papai Noel.


Quais são as Festas Populares Brasileiras relacionadas ao Natal? 
O Natal brasileiro e folclórico começa no dia 6 de dezembro e termina no dia 6 de janeiro com a folia de reis. "São tantos os festejos que alegram este ciclo em todo o Brasil que é impossível relacionar todos", diz o professor Hélio Moreira. Mas a marca comum é uma incrível misturada. De um modo geral, as danças vieram da França e evocam os bailes medievais. A música é inspirada nos ritmos afro-brasileiros. E poetas populares constroem versos para os brincantes, personagens extraordinários, que se comprometem com a folia por sete anos e encarnam mouros e cristãos portugueses, anjos e diabos, pastores e reis magos, reis e rainhas. Todos desfilando e cantando em honra ao Deus Menino. As festas são representações do nascimento de Jesus e da visita dos três reis magos e têm nomes sonoros como congada, congo, marujada, reiado, reisado, folia de reis, jongo, moçambique, chegança, santos reis, bumba-meu-boi, boi, fandango, guerreiro, pastoril, pastorinhas e muitos outros folguedos folclóricos.


Qual o Significado do Presépio?
A palavra presépio vem do latim praesepium e significa curral, estrebaria, cocheira. Um dos primeiros presépios que conhecemos foi encontrado em 1877 nas catacumbas de São Sebastião, em Roma. Estava pintado na parede do túmulo de uma família cristã que viveu por volta de 380.
No Brasil, o presépio é um símbolo marcante do Natal. Fica em lugar de destaque na sala das casas ou ao pé da árvore de Natal. Existem presépios de todos os tipos. Em alguns lugares a Natividade é encenada com figuras vivas e Deus Menino pode ser uma criança negra ou mesmo um indígena.

Não pode faltar luz no presépio. Por isso é comum manter-se junto à lapinha uma lamparina, candeia ou vela que é acesa ao pôr do sol. Além de ser a Luz do Mundo, o Deus Menino ao nascer era pagão e não podia dormir no escuro, pois alguma bruxa poderia vir pegá-lo.

O burro e o boi são figuras tradicionais nos presépios. Popularmente o burro simboliza os pagãos e o boi os judeus, ambos sujeitos ao jugo da lei cristã. Muitos outros animais aparecem nos enredos das representações do nascimento de Jesus.
No folclore caipira, os três reis magos são: o Branco, o Caboclo e o Congo. O Branco é Melchior ou Melquior, um ancião de barba branca e longa, que trouxe ouro para o Rei-Jesus num alforge; o Caboclo é Gaspar, forte, imberbe e de pele corada, que trouxe a mirra para o Homem-Jesus numa caixa; e o Congo é Baltasar, um negro forte de barba espessa, que trouxe o incenso para Deus-Jesus numa salva. Diz a lenda que Baltazar foi o primeiro a chegar na gruta. Ele levava o incenso, que tradicionalmente se oferecia apenas aos deuses.

*Consultoria: Hélio Moreira da Silva 
Diretor da Associação Brasileira de Folclore


quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

*Receitinhas para Emagrecer..."

Receitinhas
Pera, uva, maçã
E salada mista a qualquer hora do dia...
Um pão bem bonito e gostoso no café da manhã...
Um manjar dos deuses no almoço...
Um chuchuzinho na hora do jantar...
Um docinho de coco para sobremesa...
Um sonho para terminar o dia...
*
Denise Guerra

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

*Questões para pessoas inteligentes e bem informadas! Responda se puder!*

 

Se vc for inteligente responda

*Como se escreve zero em algarismos romanos??? 

* Por que os Flintstones comemoravam o Natal se eles viviam 
numa época antes de Cristo?? 

* Por que os filmes de batalha espaciais tem explosões tão 
barulhentas, se o som não se propaga no vácuo??? 

* Se depois do banho estamos limpos porque lavamos a 
toalha??? 

* Como é que a gente sabe que a carne de chester é de chester 
se nunca ninguém viu um chester??? (vc já viu um chester? ) 

* Por que quando aparece no computador a frase 'Teclado Não 
Instalado', o fabricante pede p/ apertar qualquer tecla??? 

* Se os homens são todos iguais, por que as mulheres escolhem 
tanto??? 

* Por que a palavra 'Grande' é menor do que a palavra 
Pequeno'??? 

* Por que 'Separado' se escreve tudo junto e 'Tudo junto' se 
escreve separado??? 

* Se o vinho é líquido, como pode existir vinho seco??? 

* Por que as luas dos outros planetas tem nome, mas a nossa é 
chamada só de lua??? 

* Por que quando a gente liga p/ um número errado nunca dá ocupado??? 

* Por que as pessoas apertam o controle remoto com mais 
força, quando a pilha está fraca??? 

* O instituto que emite os certificados de qualidade ISO 9002, 
tem qualidade certificada por quem??? 

* Quando inventaram o relógio, como sabiam que horas eram, 
para poder acertá-lo??? 

* Se a ciência consegue desvendar até os mistérios do DNA, porque ninguém descobriu ainda a fórmula da Coca-Cola??? 

*Como foi que a placa 'É Proibido Pisar na Grama' foi colocada lá??? 

* Por que quando alguém nos pede que ajudemos a procurar um 
objeto perdido, temos a mania de perguntar: 'Onde foi que você perdeu?' 

* Por que tem gente que acorda os outros para perguntar se estavam dormindo??? 

* Se o Pato Donald não usa calças, por que ele amarra uma toalha na cintura quando sai do banho??? 

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

*CADERNINHO DE PERGUNTAS - Responda aqui?!?!


Lembram daqueles caderninhos que as meninas faziam na escola com perguntas variadas, mas que no meio tinha algo do tipo - de quem você gosta? - e que iam parar nas mãos do menino citado?? Então, me lembrei desta brincadeira onde todos acabavam sabendo de qual menino agente gostava e nem era o objetivo do questionário, mas a brincadeira era válida e nos fazia pensar sobre si mesmo e sobre o outro. 
Agora, vamos voltar no tempo um pouquinho e quem puder e quiser responde aí as perguntinhas!!! Bjs!!!

CADERNINHO DE PERGUNTAS PARA OS AMIGOS E LEITORES QUE QUEIRAM PARTICIPAR:


1. Nome?
Denise.


2. Porque lhe deram esse nome?
Minha mãe adorava este nome.


3. Você faz pedido às estrelas??
Aos céus, com frequência!


4. Quando foi a última vez que você chorou?
Ontem na formatura dos meus alunos mais queridos!


5. Gosta da sua letra?

Só a de forma, he, he... a cursiva é feinha!

6. Gosta de pão com o que?

Pão de granola com Queijo, hummm!

7.Quantos filhos você tem?
Não tenho!


8. Tem algum animal de estimação?Como chama?

Já tive uma cadela  e se chamava Flora.

9. Se vc fosse outra pessoa, seria seu amigo?
Claro!!!



10. Tem um diário?
Só agenda!


11. Você é sarcástico(a)?
Não!


12. Saltaria de ASA DELTA?
Com certeza Adoraria!!!


13. Desamarra os sapatos antes de tirá-los?
Só se for preciso!


14. Acredita que você seja uma pessoa forte?
Sim!


15. Seu sorvete favorito?
Passas ao Rum, hummm!


16. Quanto calça?
36


17. Cor preferida?
Azul!


18. O que menos gosta em você?
A pele que é muito clara, mas, não me queimo no sol nem faço bronzeamento articifial, já que veio assim, deixa ficar!


19. O que mais gosta em você?
O compromisso com meu trabalho e com tudo que faço!


20. De quem você sente saudades?
Minha avó Paterna.


21. Descreva que roupa e calçado você esta usando agora:
Descalça, camiseta e só! tô em casa sozinha né?!


22. Qual foi a ultima coisa que comeu hoje?
Um cafezinho com biscoito de nozes (Tô comendo agora!)


23. O que você está escutando agora?
MPB FM 90.3, Chico Buarque.


24. A última pessoa com quem falou ao telefone?
Meu amor, ainda há pouco!


25. Bebida favorita?
Água, vinho, sucos...


26. Comida favorita?
Bacalhau!!!!


27. Um filme favorito?
Dirty Dancing II.


28. Dia favorito do ano?
05 de setembro!


29. Inverno ou verão?
Inverno sem dúvida!


30. Beijos ou abraços?
Beijos pra quem é de beijos e abraços pra quem é de abraços!


31. Sobremesa favorita?
Manjar ou sorvete!


32. Que livro está lendo?
"Um defeito de Cor" e "O racismo Explicado aos meus filhos"


33. O que tem na parede do seu quarto?
Agora nada, tô pintando as paredes da casa.


34. O que assistiu ontem a noite na TV?
Nada. Não vi tv ontem!


35. Onde foi o lugar mais longe que você foi?
Daqui de onde eu moro o lugar mais longe que já fui foi o Mato Grosso este ano.



*PARA RESPONDER COPIE, COLE NA CAIXA DE COMENTÁRIOS E APAGUE AS MINHAS RESPOSTAS PARA COLOCAR AS SUAS!


*Obrigada pelas respostas queridos amigos e leitores! Bjs!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

*ZINABRE*


Folha Seca
Mangue Novo
Bicho Polvo
Grito Rouco
Estorvo
No Pé de Ferro
*
Denise Guerra
*
Imagem: Obra de Kandinski

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

*Brincadeira de bater e pular a Carniça - Quem lembra?*

*Arte de Ivan Cruz que tem toda uma coleção dedicada as brincadeiras infantis*
Depois que vi meus alunos brincando de bater na carniça lembrei desta brincadeira e fui buscar na web para publicar e voltar à memória coisas boas que tem tão pouco por aí. Só que me espantei em saber que ninguém publicou esta brincadeira como vou contar agora. Pular a carniça é o final de toda uma brincadeira cheia de espertezas. 

NÃO FAÇO APOLOGIAS A VIOLÊNCIA, BULLYNG OU COISA PARECIDA. AS BRINCADEIRAS, SE FOREM BRINCADEIRAS COM ORIENTAÇÃO E EQUILÍBRIO SÃO MUITO DIVERTIDAS. NÃO PERMITO QUE MEUS ALUNOS SE MACHUQUEM OU ENTÃO ACABA-SE COM A BRINCADEIRA. 

*A carniça completa é assim, vamos brincar? 

*Primeiro tira-se zerinho ou um para escolher o premiado que será a carniça. A carniça então, fica abaixada como este da figura acima e todos os colegas em volta dele com um líder dando os seguintes comandos:
1.MAMAMOUR (batendo devagar nas costas da carniça com as mãos abertas e imitando o líder)
2.PÉ DE PORCO (bater igual ao número 1)
3.DÁ SEM RIR (não pode rir, senão vira carniça)
4.SEM FALAR (não pode falar, ou vira carniça e recomeçam tudo)
5.EU BATO TODO MUNDO BATE (bater ainda devagar, mas, com atenção pois, os comandos vão acelerar a brincadeira)
6.EU BATO NINGUÉM BATE (só o líder bate e se alguém errar vira a nova carniça e recomeça tudo)
7.EU AMEÇO TODOS AMEAÇAM (se ninguém errar continuam apenas ameaçando, se errarem teremos uma nova carniça)
8.CORTAR MORTADELA (bater com as laterais das mãos como se cortasse frios mesmo)
9.CARTINHA PARA VOVÓ (escrever com os dedos nas costas da carniça)
10.CATA PIOLHO (fingir catar piolho na cabeça da carniça, todos ao mesmo tempo)
11.EXPLOSÃO NO MARACANÃ (bater com as pontas dos dedos e fazer o barulho da explosão)
12.URUBÚ NA CARNIÇA (beliscos nas costas da carniça)
13.AMASSA TOMATE (pisar nos pés da carniça e esta fica pulando para não ter os pés pisoteados)
14.PULAR CARNIÇA (todos pulam como na foto, sem cair, nem errar ou então vira carniça)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

*Depoimento de quem sofreu com o Racismo e chegou ao sucesso pela superação*

Desde os 12 anos, coloquei na minha cabeça que eu poderia me dar bem no futebol. Era um sonho, eu sabia. Então, por segurança, estudava para ser torneiro mecânico. Enquanto eu vendia pastéis em feiras livres, meus dois irmãos capinavam o jardim dos vizinhos. Mamãe oferecia tapetes nas ruas e papai era gari da prefeitura. A vida era difícil. Refrigerante e frango, só aos domingos. Na escola, como eu não tinha dinheiro para comprar doces na hora da merenda, meus amigos diziam: “Também, teu pai é preto e lixeiro”. Até hoje me lembro de um garoto branco, o Marcos. Ele era muito rico para os nossos padrões, mas era o único que não se incomodava com a minha cor. Era meu melhor amigo. Trocávamos as roupas e ele deixava eu usar as dele, muito mais caras e bonitas do que as minhas. Eu nunca ia às festas boas do meu bairro. Tinha medo da discriminação. Sei que os grã-finos me olhavam de maneira diferente, então procurava o povão em bailes funk. Tudo isso era triste para mim, mas a pior decepção foi quando me apaixonei pela filha de um marinheiro. Ele não admitia vê-la ao lado de um negro com cabelo black power. E esse racista arruinou tudo. Marcelo Pereira Surcin, o Marcelinho Carioca, jogador de futebol (Veja 26/06/98)

domingo, 5 de dezembro de 2010

*Em Homenagem ao meu Amigo, eis a História do Município de Guará - SP*

*Vi que tem cidade com o nome Guará em Sampa e em Brasília, então escolhi esta de Sampa pra homenagear meu amigo Guará do Rio de Janeiro*


Segundo as informações, pesquisas e dados colhidos, o povoado do futuro município de Guará teve origem precisamente em 1750, quando procedentes de Ventania e Jacuí, Estado de Minas Gerais, chegaram ao atual município os irmãos Joaquim, Manoel e Jerônimo Alves Figueiredo que se estabeleceram à margem de um córrego que eles chamaram de "Laje", construindo aí suas rústicas habitações. Aventureiros que eram, conseguiram apossar-se de grandes porções de terra, ainda mata virgem, entre os rios Grande e Sapucaí. Decorridos muitos anos de trabalho, desbravamento e conseqüente cultivo de terras ali existentes, tiveram os descendentes desses desbravadores, a iniciativa de fundar um pequeno povoado, distante 4 quilômetros do local primitivo denominado "Laje".

No início do nosso século, quando a Companhia Mogiana de Estrada de Ferro e Navegação procurava estender seus trilhos até as barrancas do Rio Grande, buscando o Estado de Minas Gerais, procurando atingir o planalto goiano onde se fixaria a Capital Federal, os senhores Cristino Ribeiro de Paula, José Pedro Figueiredo (Zéca Nogueira) e Lindolfo Ribeiro dos Santos efetivaram doações de terras, lavrando escritura particular, em 15 de setembro de 1902. Em tais terras foi construída a estação ferroviária, inaugurada a 1 de agosto de 1903. A escritura acima referida foi registrada sob nº 880, folhas 119, do livro 3 de Transcrição do Registro de Imóveis da Comarca. Com a inauguração da estação ferroviária, tomou grande impulso o povoado que aqui se formava, porque a ferrovia conduzia o progresso pela facilidade dos transportes e pela manutenção do telégrafo. Essa vila, a partir de 1905, passou a ser administrado por fiscais remunerados pela Prefeitura de Ituverava e mais tarde por um sub-prefeito, cuja nomeação recaiu na pessoa do Sr José Ribeiro Calazans, emérito cidadão. Dessa época em diante, Guará passou a receber os benefícios da limpeza pública e de outros melhoramentos urbanos. Assim, em desenvolvimento e tendendo a um maior progresso, não tardou que as autoridades criassem o Distrito de Paz com sede no município de Ituverava. Isso aconteceu a 7 de setembro de 1914, por força da lei estadual nº 1.431.

Graças à política dominante do Partido Republicano Paulista e principalmente aos esforços do então Deputado João de Faria, cujo nome se fixou na denominação da principal artéria da cidade, o distrito de paz de Guará alcançou a sua emancipação político-administrativa, com a promulgação da lei estadual nº 2.088, datada de 19 de dezembro de 1925, cujo teor é o seguinte: "O Dr.  Carlos  de  Campos,   Presidente   do Estado de São Paulo, faço saber que o Congresso Legislativo decretou e eu promulgo a seguinte lei: Art. 1º - Fica criado, na comarca de Ituverava, o município de Guará. Art. 2º - As suas divisas são as seguintes, começando no córrego do Honório, continuando por este até a barra do córrego da Baixada; sobem por este córrego até a sua cabeceira principal e continuam pelo divisor que deixa, à direita, as águas do rio Sapucaí, e, à esquerda, as do rio do Carmo, até à cabeceira principal do córrego Santa Rita; descem este córrego, até a sua barra no rio Sapucaí, continuam por este rio abaixo até ao ponto em que tiveram começo. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. O Secretário dos Negócios do Interior assim o faça executar. Palácio do Governo do Estado de São Paulo, 19 de dezembro de 1925 - Carlos de Campos, José Manoel Lobo. Publicado na Secretaria de Estado de Negócios do Interior em 26 de dezembro de 1925.

Finalmente, a 28 de fevereiro de 1926 se realizava o primeiro pleito eleitoral, começando o município de Guará a caminhar por si, como uma nova unidade política do  Estado de São Paulo. A primeira Câmara foi instalada em 06 de Março de 1926, assim constituída: Presidente - ANTÔNIO RIBEIRO DOS SANTOS; Vice-Presidente - ANTÔNIO ALVES DOS SANTOS; Vereadores - JOSE DE CARVALHO E SILVA, BRAULIO VILLAR HORTA, DEODATO NUNES MUNIZ e VICENTE MARTINS FRANCO.
Criação do Foro Distrital de Guará Lei nº 3.396 de 16 de junho de 1982, com funcionamento a partir de 15 de dezembro de 1984. Instalação da Comarca em 18 de março de 2005.

ORIGEM DO NOME DO MUNICÍPIO
Perto da Estação Ferroviária da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, que estava sendo construída, havia uma lagoa com grande quantidade de aves pernaltas de plumagens branca-rosada e um bando de lobos denominados pelo mesmo nome: GUARÁ. A idéia de dar o nome de Guará para o povoado, foi do engenheiro construtor da Estação Ferroviária, Sr Achiles Widulich, que ao chegar aqui, ficou admirado em ver aquela profusão de animais e aves, ambas do mesmo nome. Este Engenheiro sugeriu então ao Tenente Chico Leão (Francisco de Paula Leão) que fosse dado o nome de GUARÁ, à estação, e conseqüentemente, ao povoado que se iniciava.

Fonte: 
Elaborado e atualizado por diversos autores, cedido por Romeu Franco Ribeiro - Assessor Técnico de Cultura

terça-feira, 30 de novembro de 2010

domingo, 21 de novembro de 2010

*III Encontro com Mestres Populares na UFRJ DE 23 a 26 de Novembro na EEFD*


TEMA CENTRAL: POLÍTICAS PÚBLICAS
P R O G R A M A Ç Ã O
DIA 23 - TARDE
CHEGADA DOS GRUPOS CONVIDADOS 
18h às 21h  ABERTURA no Salão Helenita Sá Earp
CORTEJO DOS GRUPOS PELA EEFD
HOMENAGEM AOS MESTRES E SEUS GRUPOS 
APRESENTAÇÕES 
BAILE
DIA 24 – MANHÃ
8h30 às 10h30 
OFICINA 1 – PASTORINHAS DE TARITUBA – RJ
OFICINA 2 – FOLIA DE REIS PENITENTES DO SANTA MARTA – RJ
10h45 às 12h45
MESA COM CONVIDADOS 
TEMA: REDES SOCIAIS E POLÍTICAS PÚBLICAS. 
PALESTRANTES
SANDRA MAYRINK VEIGA - SOLTEC (UFRJ)
ELIOMAR MAZOCO – COMISSÃO CAPIXABA DE FOLCLORE
MEDIADOR: FRANK W. ROBERTO (COMPANHIA FOLCLÓRICA DO RIO-UFRJ)
13h15h às 14h15 – ALMOÇO
TARDE
14h45 às 16h45
OFICINA  3– RODA DE CALANGO DE SÃO JOSÉ DAS TRÊS ILHAS – MG
OFICINA 4– ESCOLA DE MESTRE-SALA PORTA-BANDEIRA E PORTA-ESTANDARTE – RJ
OFICINA 5– ASÉ YLÊ AYE OJÚ ODÉ IGBÔ – RJ
17h às 18h30    A VOZ DOS MESTRES
RODA DE CONVERSA INDICANDO QUESTÕES E SOLUÇÕES.
CRIAÇÃO DA CARTA-DOCUMENTO
MEDIADOR – AFFONSO FURTADO – CONSELHO DE CULTURA DO  RJ
 
NOITE
JANTAR – 18h30
DIA 25 – MANHÃ
8h30 às 10h30 
OFICINA 6 – JONGO PINHEIRAL – RJ
OFICINA 7– CORDEL COM O MESTRE JOTA RODRIGUES – RJ
10h45h às 13h 
MESA COM CONVIDADOS
TEMA: OS MESTRES E AS INSTITUIÇÕES DE ENSINO
PALESTRANTES
MARIA DE LOURDES MACENA DE SOUZA (COMISSÃO NACIONAL DE FOLCLORE)
CÁSCIA FRADE (UERJ)
RELATO DE EXPERIÊNCIA BOLSISTAS-RESIDENTES FORUM DE CIÊNCIA E CULTURA-UFRJ (UM REPRESENTANTE)
MEDIADOR: RITA ALVES (COMPANHIA FOLCLÓRICA DO RIO-UFRJ)
13h15 às 14h15 – ALMOÇO
TARDE
14h45 às 16h45
OFICINA 8 – JONGO DA CACIMBINHA – ES 
OFICINA 9 – CAIXEIRAS DO DIVINO – RJ
17h ás 18h30    A VOZ DOS MESTRES 
RODA DE CONVERSA INDICANDO QUESTÕES E SOLUÇÕES.
FECHAMENTO DA CARTA-DOCUMENTO 
RELATO DE EXPERIÊNCIA BOLSISTAS-RESIDENTES COMPANHIA FOLCLÓRICA DO RIO-UFRJ (UM REPRESENTANTE)
MEDIADOR – ELEONORA GABRIEL – COMPANHIA FOLCLÓRICA DO RIO-UFRJ
NOITE 
JANTAR – 18h 30
DIA 26 - MANHÃ
8h30 às 12h30 PASSEIO COM OS MESTRES E SEUS GRUPOS VINDOS DE OUTRAS CIDADES
ALMOÇO – 12h30 às 14h
TARDE/NOITE
15h às 21h
CORTEJO COM GRUPOS E RODA FESTIVA COM APRESENTAÇÃO DE TODAS AS MANIFESTAÇÕES
JANTAR E PARTIDA DOS GRUPOS DA CIDADE.
Inscrições neste endereço:
http://www.eefd.ufrj.br/ciafolc/companhia-folcl%C3%B3rica-do-rio-ufrj
 *Enviado pelo Músico e profº Bruno Castro a quem agradeço a gentileza!

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

*Jogo do AIÚ e Maculelê - dança Afro-indígena na Semana da Consciência Negra em Queimados*

A Secretaria de Educação de Queimados promoveu uma mostra pedagógica dos trabalhos realizados nas escolas  pela celebração da semana da Consciência Negra. Cada escola teve um stand com a exposição dos diversos trabalhos dos alunos e foram apresentados danças, jogos e capoeira. 
Nesta foto e na foto acima meus alunos estão prontos para a apresentação do Maculelê com direito a solos de capoeira

Os alunos cantaram oito músicas com o apoio do atabaque do mestre Sampaio e seu assistente, e dançaram vários  passos animados! Foi muito show!!!

O jogo do AIÚ ficou exposto no stand da escola e os alunos jogavam e ensinavam para aquele que quisesse aprender

terça-feira, 16 de novembro de 2010

♫Festival Internacional de Música Corporal♫ São Paulo - Brasil♫


Começando hoje, terça-feira 16/11, em São Paulo e pela primeira vez no Brasil o Festival Internacional de Música Corporal.

IMBF promove um panorama mundial da música corporal e orgânica produzida nos quatro cantos do planeta com shows, exposição e oficinas exclusivas.

Idealizado pelo americano, Keith Terry músico e pesquisador da música corporal no mundo, sua terceira edição é realizada a convite e em parceria com o Núcleo Barbatuques , grupo brasileiro reconhecido internacionalmente como referência no trabalho de pesquisa sobre o corpo e suas possibilidades sonoras. O apoio e patrocínio são da Secretaria Municipal da Cultura de São Paulo , que viabilizou a realização do Festival.

O IBMF 2010 "Brasil" tem direção de Fernando Barba e recebe cerca de 11 atrações internacionais inéditas: Slammin All-Body Band (EUA, com Keith Terry criador do IBMF), Kekeça (Turquia), Kenny Muhammad (EUA), Tekeyé (Colômbia), LeeLa Petronio (França), Max Pollak (Áustria), Sandy Silva (Canadá), Step Afrika! (EUA), Las Flamengas (Espanha), B.A.S.E. (EUA) e Jep Meléndez (Espanha) . Além de uma apresentação especial do Barbatuques com participação de Stenio Mendes e Orquestra Corporal.

*Aproveitem pois além da riqueza artística, todas as apresentações são gratuitas.*
Related Posts with Thumbnails