segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

*Depoimento de quem sofreu com o Racismo e chegou ao sucesso pela superação*

Desde os 12 anos, coloquei na minha cabeça que eu poderia me dar bem no futebol. Era um sonho, eu sabia. Então, por segurança, estudava para ser torneiro mecânico. Enquanto eu vendia pastéis em feiras livres, meus dois irmãos capinavam o jardim dos vizinhos. Mamãe oferecia tapetes nas ruas e papai era gari da prefeitura. A vida era difícil. Refrigerante e frango, só aos domingos. Na escola, como eu não tinha dinheiro para comprar doces na hora da merenda, meus amigos diziam: “Também, teu pai é preto e lixeiro”. Até hoje me lembro de um garoto branco, o Marcos. Ele era muito rico para os nossos padrões, mas era o único que não se incomodava com a minha cor. Era meu melhor amigo. Trocávamos as roupas e ele deixava eu usar as dele, muito mais caras e bonitas do que as minhas. Eu nunca ia às festas boas do meu bairro. Tinha medo da discriminação. Sei que os grã-finos me olhavam de maneira diferente, então procurava o povão em bailes funk. Tudo isso era triste para mim, mas a pior decepção foi quando me apaixonei pela filha de um marinheiro. Ele não admitia vê-la ao lado de um negro com cabelo black power. E esse racista arruinou tudo. Marcelo Pereira Surcin, o Marcelinho Carioca, jogador de futebol (Veja 26/06/98)

8 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Fico impressionado com existem pessoas capazes de atitudes dão mesquinhas. Hoje aposto que vários falam com orgulho que foram amigos do Marcelinho Carioca. Hipocrisia.
Beijos

José María Souza Costa disse...

Parabens pelo blog.Todo e qualquer tipo de preconceito é execravel.Eu já sofri preconceito. Mas, atropelei todos, ou pela competencia ou usando a Lei e o judiciário. Parabens por ter um blog Belissimo e avassalador.Estou cá, lhe chamando a visitar o meu blog, muito simplório por sinal, e se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei grato esperando por voce lá
Abraços de verdade

Denise Guerra disse...

Oi Wanderley, obrigada pela visita e por suas impressões tão sensatas! bjs!

Denise Guerra disse...

Olá José Maria, seja bem-vindo, agradeço a visita e com certeza irei visitá-lo. Volte sempre! abçs!

José María Souza Costa disse...

Denize, boa tarde. Vou lhe seguir por este.Se houver alteraçõa ou preferencia por outro me avise, por favor. Estou vaidoso de voce está em meu blog. Abraços de verdade.

Dom Quixote (Thomaz) disse...

Quem diria, Marcelinho Carioca! Legal a história dele. Não conhecia. Mas tenho certeza que ele já superou o trauma da época.

Denise Guerra disse...

Pois é Dom, e eu tive a confirmação desta história através de um amigo que conheceu o Marcelinho quando criança e vivênciou parte das histórias que ele conta. Valeu! Bjs!

Denise Guerra disse...

Seja Bem-vindo José María, em qualquer dos meus blogs és bem chegado! Abçs!

Related Posts with Thumbnails