sábado, 10 de abril de 2010

*Driblar, Eis o Mistério de Garrincha - Por Armando Nogueira*



DRIBLAR EIS O MISTÉRIO DE GARRINCHA

*
Driblar, tendo pernas tão tortas

e driblar como ninguém

eis um mistério de Garrincha que eu não ouso explicar;

Driblar, tendo uma perna mais curta que a outra

e driblar como ninguém

eis um mistério de Garrincha que tu não ousas explicar;

Driblar, tendo um desvio na espinha dorsal

e driblar como ninguém

eis um mistério de Garrincha que ele não ousa explicar…

Driblar, quase sempre para o mesmo lado,

repetindo o gesto mil vezes para mil vezes afirmar-se negando o próprio conceito de drible

eis um mistério de Garrincha que não ousais explicar…

Driblar
e driblar com tanta graça e naturalidade

eis um mistério de Garrincha que só Deus pode explicar.

*
*Armando Nogueira

( publicado em A Bola na Rede, 1973, José Olympio Editora)

6 comentários:

lucidreira disse...

Como disse o Armando, só Deus pode explicar os dribles que o nosso povo pode dar para uma sobrevida dígna.
Bom D+ esse Armando Nogueira.

Denise Guerra disse...

Oi Lú,ouvi dizer que os médicos não sabiam como o Garrincha andava que dirá jogar bola e da forma como jogava. Este é que é o nosso fenômeno! Bjs!

Guará Matos disse...

Driblar...
Quantas vez fazemos isso em nossa vida, menina, quantas vezes. E os adversários são tão mais poderosos que temos a sensação que perdemos sempre.
Bjs.

Denise Guerra disse...

Guará querido, pelo menos bola vc sabe jogar né?! vc que vive dizendo que é perna de pau na dança deve dar bailes no futebol não é mesmo?!Obrigada pela presença! bjs!

Rita Cidreira disse...

É, Garrincha era o fenomeno...
Até hoje não encontramos outro igual... E Armando, o homem das letras poeticas do esporte. Um perda insubistituivel!
Grande beijo no coração.

Denise Guerra disse...

Oi Rita, Garrincha fazia poesia com seu corpo todo torto e nos deliciava com sua dança, ginga e seus dribles, certamente herança de ancestrais africanos. Adorei sua visita! Bjs!

Related Posts with Thumbnails