sábado, 12 de março de 2011

*O TREM*

Uma Linha
Um Caminho no Além
Lá vai o Trilho
Lá vai o Trem
*
A Chuva Desce
O Sol Aquece
Lá vai o Brilho
Na Linha do Trem
*
O Homem Canta
A Mulher Manca
Ouve-se o Grito
Barulhento do Trem
*
Corpos Sacodem
Vendedores o Percorrem
Este é o Agito
Turbulento do Trem
*
Denise Guerra

5 comentários:

Guará Matos disse...

Lá vai o trem...
Bj.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Denise
Viajar de trem é como voltar no tempo. Adoro, temos aqui em Minas um trem de passageiro que vai de BH até Vitória/ES. Adorei o poema
Beijos

Denise Guerra disse...

Oi meninos Guará e Wanderley, eu viajo de trem todos os dias, as vezes vou e volto fazendo 4 viagens(4ª, 5ª e 6ª). A viagem adoro, mas, há certos entraves, coisas da nossa famigerado Supervia! obrigada pelas presenças gentis! bjs!

Dom Quixote (Thomaz) disse...

Pegou o gosto pela poesia, hein! Muito bom.

Impressões Amazônicas disse...

Amei a poesia. Mas este trem.... fantástico!

Related Posts with Thumbnails