sexta-feira, 29 de abril de 2011

*A História de Chico Mendes Para Crianças de Fátima Reis - 01/05/2011 - 12h na TV Brasil - Vamos Prestigiar!!!*

Neste domingo, 01/05 nossa amiga Fátima Reis estará no Programa ABZ do Ziraldo contando a história do seu livro " A História de Chico Mendes para Crianças" ( Ed. Prumo)
Esperamos que todos e todas possam assistir e se divertir assim como foi divertido e prazeroso para Fafi Reis (como é conhecida) estar lá com a criançada...
O programa vai ao ar pelo Canal Brasil às 12h.
Aqui tem mais um pouquinho da programação: http://www.tvbrasil.org.br/abzdoziraldo/
*Fonte: Enviado pela amiga escritora Fátima Reis a quem desejamos muito SUCESSO!!!*

quarta-feira, 20 de abril de 2011

*Comemorando o Dia dos Nossos Parentes Indígenas no Pico da Coragem - Japeri - Rio de Janeiro, com alguns Alunos do 9º ano*

*Com o objetivo de trabalhar a saúde dos meus alunos e estimulando a compreensão de um estilo de vida saudável  com uma caminhada ecológica, levando ao conhecimento e prática dos jogos indígenas brasileiros, valorizando a cultura indígena como parte importante da formação identitária do povo e da cultura brasileira (LDB Lei 11.645/2008), trabalhando a integração grupal, o espírito de solidariedade e a conscientização ecológica aqui estamos nós nesta caminhada deliciosa ao PICO DA CORAGEM de Japeri!!!

*A subida é dura, são 5.400km de uma estradinha tranquila e íngrime. A galera reclama no começo mas, depois acostuma e não quer mais vir embora!

*Vale Apena estar no Pico da Coragem!

*Como em todo jogo indígena... os últimos também são os primeiros, porque todos são primeiros sempre, afinal, foram eles que chegaram primeiro aqui no Brasil!!!

*A luta corporal dos índios começa de joelhos e abraçados, os meninos aí bem que tentaram!

*O cabo de guerra tão comum nas escolas brasileiras, ninguém lembra que é um jogo indígena.

*E a peteca? é super legal e legitimamente indígena, alguém duvida?

*Nossa craque em embaixadinhas com  coco também deu show no futebol com coco!

*Aqui perna de pau feito eu também tem vez!

*No famoso cama de gato ou jogo dos fios os índios dão show e agente tenta tá bem?!

*A consciência ecológica nos manda e agente dá o recado. Tava lotado de lixo lá em cima uma pena! mas, agente contribuiu trazendo uma porção deste lixo para as lixeiras aqui debaixo!

*Olha só a marra do garoto, ele fez esta abdominal em um segundo, sem nem pensar, arrasou!!!

*Depois teve piquinique com frutinhas e similares, um luxo só! e a volta nem dá vontade de lembrar! só dá vontade de ficar!

*A prova do crime: Plaquinha do Pico da Coragem lá em cima mesmo!
*Professora Denise Guerra
*Na próxima semana eu volto com outra turma! Salve os Índios e a Natureza do nosso País Brasil!!

terça-feira, 19 de abril de 2011

*Revista Coletiva publica artigos e exposição em homenagem aos índios do Nordeste brasileiro*

Foto Revista Coletiva.org
Espalhados pelo Nordeste brasileiro, diversos grupos indígenas lutam por reconhecimento, em busca da legalização de suas terras, saúde, educação e valorização das tradições que cultivam. Para discutir esses temas, a Coletiva lança seu terceiro número no Dia do Índio. Reportagens, artigos de pesquisadores, fotos e uma entrevista especial propõem um passeio pela história do Brasil, assinalando o modo como os indígenas do Nordeste foram vistos e incorporados ao processo de construção nacional.

O antropólogo do Museu Nacional João Pacheco de Oliveira é o entrevistado desta edição. Ele fala de sua trajetória científica e revela como surgiu seu interesse pelos índios no Nordeste, destacando a importância dos estudos na região. As questões relacionadas a saúde, direito, movimento indígena, terra e gênero foram abordadas por pesquisadores especialistas na seção de artigos.

A identidade indígena, o conflito existente entre terras de índios e áreas de conservação ambiental, as políticas públicas voltadas à educação e o Programa Carteira Indígena, do Governo Federal, são os temas discutidos nas reportagens.

A seção especial traz fotos da exposição Índios: os Primeiros Brasileiros realizada em 2008. O projeto surgiu como iniciativa do Museu Nacional da Universidade do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), com apoio da Articulação dos Povos Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (Apoinme), tendo a preocupação de promover a articulação desses grupos como atores sociais e subsidiar o debate sobre a constituição de políticas públicas indigenistas. As imagens de índios do sul da Bahia, sertão de Pernambuco e da Paraíba e da área da bacia de São Francisco, ao norte de Minas Gerais, têm lugar destacado na seção.



www.coletiva.org

domingo, 17 de abril de 2011

*Este é o Ano do Dinheiro - Será?

Muito intrigante!

Quem souber explicar, responda:

1. Este ano vamos experimentar quatro datas incomuns .... 1/1/11, 1/11/11,

11/1/11, 11/11/11 e Tem mais!!!

2. Pegue os últimos 2 dígitos do ano em que você nasceu mais a idade que você vai ter este ano e a sua soma será igual a 111 para todos!

*Por exemplo: você nasceu em 1981 e tem 30 anos, não é? Some:  81 + 30 = 111

ALGUÉM EXPLICA O QUE É ISSO ?

Este ano outubro terá 5 domingos, 5 segunda feira e 5 sábados Isto acontece uma vez a cada 823 anos.

*Estes anos são conhecidos como 'moneybags'. *

É o Ano do dinheiro!!!

quinta-feira, 14 de abril de 2011

*Semana Cultural Guarani e Educação Escolar Indígena*



6a Semana Cultural Guarani e 2a Conferência da Educação Escolar Indígena Itaty:
Nhandereko Tenonde Rã - O Futuro da Nossa Cultura

Palestras, debates, oficinas, comida típica, apresentação do coral, exposição de artesanato, canto e dança, pintura corporal e jogos guarani.


O evento é organizado pelas lideranças da etnia indígena guarani, com apoio da Orionópolis Catarinense, do departamento de eventos da Unisul e do projeto "Povos Originários" (grupo de estudos da UNISUL conhecido também como “Revitalizando Culturas”).

O encontro tem um objetivo endocultural, como explica o coordenador do projeto “Povos Originários”, Jaci Rocha Gonçalves. “Isso é um estímulo para que a cultura se fortaleça em si mesma, possa firmar seus valores”. O coordenador ainda ressalta que o evento tem a organização do povo indígena. “A pauta do evento são eles que definem, eles são muito bem organizados, cada um tem a sua função”.

Esse ano o tema do evento será o “Nhandereko Tenonde Rã”, em português “O Futuro da Nossa Cultura”. Durante a semana serão realizados vários debates, rituais da cultura guarani, exposição do artesanato e de toda a arte guarani, além da “2ª Conferência da Educação Escolar Indígena Itaty” onde será discutida a organização do currículo guarani. Além de um grande almoço com a culinária típica do povo guarani no domingo, dia 17 de abril.

Será realizada também uma reunião para a aldeia de Itaty se unir ao COPRIP (Conselho Pela Igualdade Racial Palhocense).



 Programação

12/04 (terça-feira)
9h às 12h - Abertura com o coral, palestras e debates sobre educação infantil (com comunidades indígenas, com sábio e com a Secretaria da Educação Municipal)
14h - Continuação dos debates e análise de propostas

13/04 (quarta-feira)
9h às 12h - Oficinas sobre educação infantil com alunos da escola e a comunidade
14h - Palestra sobre a legislação na educação indígena e elaboração de propostas da comunidade Itaty e demais comunidades

14/04 (quinta-feira)
9h às 12h - Discussão sobre as séries iniciais e ensino fundamental (com a Secretaria da Educação do Estado e o Diretor da GERED)
14h - Peça de teatro sobre meio ambiente
15h - Discussão sobre o ensino médio e o ensino de jovens e adultos

15/04 (sexta-feira)
9h às 12h - Discussão sobre educação escolar Guarani
14h às 17h - Elaboração de documentos
20h - Cerimônia na Opy

16/04 (sábado)
9h às 12h - Exposição do artesanato com oficinas de cestaria e bijuteria Guarani
14h - Canto, dança e jogos

17/04 (domingo)
9h às 12h - Exposição do artesanato com oficinas de cestaria e bijuteria Guarani
12h às 14h - Grande almoço tradicional Guarani
14h - Canto, dança e jogos

18/04 (segunda-feira)
9h às 12h - Discussão com a FUNAI sobre a desintrusão da Terra Indígena
14h - Reunir informações sobre o PACIG e o DNIT


19/04 (terça-feira)
9h às 12h - PACIG e túnel do Morro dos Cavalos
15h - Encerramento
20h - Cerimônia Opy

Público alvo
Estudantes, profissionais e comunidade, interessados em conhecer a cultura indígena Guarani

Inscrições
Aberto ao público.
Pede-se a colaboração de um quilo de alimento não perecível (evitar arroz e feijão) como troca pela hospitalidade do povo guarani.

Doações
Para fazer doações em dinheiro a conta é no banco do Brasil, ag: 2383-3, conta: 17601-x.

Como chegar
BR-101, km 235, sentido Sul, após a Enseada de Brito, Palhoça (SC). 
É necessário ficar na pista da direita e reduzir a velocidade. Ao passar pela enseada, deve-se virar à direita para cruzar a BR-101 até a aldeia.

Contato
(48) 3242 4426 (escola)
(48) 3242 4692 (cacique)
jaci.goncalves@unisul.br (Jaci Gonçalves)

Peju Katu Nhemombaraete!
(Venha se fortalecer)

*DIA INTERNACIONAL DO CAFÉ -Dicas de Como Preparar um Bom Café!*

Eu sou consumidor assíduo de café! 
Depois do vinho, é a bebida que mais aprecio. 
Mas quando vou a casas de amigos, percebo 
que muitos cometem erros básicos na hora de 
preparar o café, o que acaba comprometendo 
o seu sabor. Daí, pra reparar o gosto amargo, 
metem açúcar!

Por isso, separei algumas dicas muito úteis na 
hora de fazer um bom café. Veja só:

Temperatura da água 
Não use água fervente na preparação do café! 
A água nesse estado escalda o café, modificando 
seu sabor e aroma. Quando a água começar a 
borbulhar sutilmente, desligue o fogo. 
A temperatura ideal da água para fazer o café é 
de 90° C.

Não use água da torneiraA água utilizada deve 
ser filtrada ou mineral. Além de afetar a saúde, 
o cloro encontrado na água de torneira pode 
alterar 
o sabor 
do café.

Não mexa o café na hora de coar
Não se deve mexer o pó no filtro. Muita gente 
faz 
isso 
com o intuito de que o café seja coado 
mais 
rapidamente
, mas o contato com a colher 
neste 
momento pode alterar o sabor do café, 
além de 
correr o risco de rasgar o filtro, se 
ele for de papel. Despeje a água lentamente, 
em fio, exatamente no 
centro do filtro. 
Paciência é tudo!

Abaixo o açúcar!
O bom café não precisa ser adoçado. 
Misturá-lo com 
os outros componetes altera 
suas características e 
ele perde muito do 
seu sabor. 
Claro que é necessário preparar 
bem o paladar para tomar café sem açúcar, 
então a dica é diminuir a quantidade aos 
poucos. 
Assim, você poderá comprovar 
a qualidade do 
produto que tem consumido.

Café requentado NÃO
Isso não é um erro, é um pecado! 
Altera totalmente o sabor e corta o clima de 
frescor que deve ter um bom 
café. 
Prepare apenas a quantidade que será 
consumida imediatamente. Se sobrar, 
escolha uma receita que 
vá café frio, 
como batidas e doces, e só assim então 
reaproveite o seu café!

*DICAS IMPORTANTES*


Dicas importantes(retirado do Blog da  profª Elaine Pernambuco) http://elainepernambuco.blogspot.com/2011/02/dicas-importantes.html#comment-form

Gente, segue algumas dicas para facilitar nossa vida e nos possibilitar um acesso mais rápido, prático e consciente de nossos direitos:

1. Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperar um tempão na fila.
O cartório eletrônico, já está no ar! http://www.cartorio24horas.com.br/
Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, on-line. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet.
Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário. Depois, o documento chega por Sedex. Passe para todo mundo, que este é um serviço da maior importância.

2. DIVULGUE. É IMPORTANTE: AUXÍLIO À LISTA
Telefone 102... não!
Agora é: 08002800102
Vejam só como não somos avisados das coisas que realmente são
importantes...
NA CONSULTA AO 102, PAGAMOS R$ 1,20 PELO SERVIÇO.
SÓ QUE A TELEFÔNICA NÃO AVISA QUE EXISTE UM SERVIÇO
VERDADEIRAMENTE GRATUITO.
Não custa divulgar para mais gente ficar sabendo.

3. Importante: Documentos roubados - BO (boletim de occorrência) dá gratuidade - Lei 3.051/98 - VOCÊ SABIA???
Acho que grande parte da população não sabe, é que a Lei 3.051/98 que nos dá o direito de em caso de roubo ou furto (mediante a apresentação do Boletim de Ocorrência), gratuidade na emissão da 2ª via de tais documentos como:
Habilitação (R$ 42,97);
Identidade (R$ 32,65);
Licenciamento Anual de Veículo (R$ 34,11).
Para conseguir a gratuidade, basta levar uma cópia (não precisa ser autenticada) do Boletim de Ocorrência e o original ao Detran p/ Habilitação e Licenciamento e outra cópia à um posto do IFP..

MULTA DE TRANSITO : essa você não sabia

No caso de multa por infração leve ou média, se você não foi multado pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses, não precisa pagar multa. É só ir ao DETRAN e pedir o formulário para converter a infração em advertência com base no Art. 267 do CTB. Levar Xerox da carteira de motorista e a notificação da multa.. Em 30 dias você recebe pelo correio a advertência por escrito. Perde os pontos, mas não paga nada.
Código de Trânsito Brasileiro

Art. 267 - Poderá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de ser punida com multa, não sendo reincidente o infrator, na mesma infração, nos últimos doze meses, quando a autoridade, considerando o prontuário do infrator, entender esta providência como mais educativa.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

*Sem Palavras, mas, com Esperanças*


Um rolo compressor comprimiu
Nossas vidas 
Asfaltou de sangue e dor
Cobriu de gritos e horror
Aumentou nossa impotência
Desnudou nossas esperanças
Ameaçou nossas memórias
Com imagens de terror
Ainda assim eu não quero desistir
Desesperar, me entregar...
O mau não pode vencer o Bem! 
O Amor há de ganhar, a Justiça há de imperar!
*
Denise Guerra
*

segunda-feira, 4 de abril de 2011

*VALORIZE A ÁGUA!!! EM ALGUNS LUGARES ELA JÁ NÃO EXISTE MAIS!!! A VIDA CORRE PERIGO!!!*

ATENÇÃO:
EM ALGUNS LUGARES ELA JÁ NÃO EXISTE MAIS

World
                                                          Water Crisis
                                                          book Blue
                                                          Planet Run
                                                          safe drinking
                                                          water to the
                                                          one billion
                                                          people who
                                                          lack it
Deli, Índia. Todos querem, apenas, um pouco de água... 

World
                                                          Water Crisis
                                                          book Blue
                                                          Planet Run
                                                          safe drinking
                                                          water to the
                                                          one billion
                                                          people who
                                                          lack it
Dois  Sudaneses bebem água dos pântanos, com tubos plásticos, especialmente concebidos para este fim,
com filtro para filtrar as larvas flutuantes, responsáveis pela enfermidade da lombriga da Guiné.
O programa distribuiu milhões de tubos e já conseguiu reduzir em 70% esta enfermidade debilitante.  
World
                                                          Water Crisis
                                                          book Blue
                                                          Planet Run
                                                          safe drinking
                                                          water to the
                                                          one billion
                                                          people who
                                                          lack it

Os glaciares que abastecem a Europa de água potável perderam mais da metade do seu volume, 
no século passado. Na foto, trabalhadores da estação de esqui do glaciar de Pitztal, na Áustria, cobrem o glaciar 
com uma manta especial para proteger a neve e retardar o seu derretimento, durante os meses de Verão... 
World
                                                          Water Crisis
                                                          book Blue
                                                          Planet Run
                                                          safe drinking
                                                          water to the
                                                 
 
        one billion
                                                          people who
                                                          lack it
As águas do delta do rio Níger são usadas para defecar, tomar banho, pescar e despejar o lixo. 
World
                                                          Water Crisis
                                                          book Blue
                                                          Planet Run
                                                          safe drinking
                                                          water to the
                                                          one billion
                                                         
 people
 who
                                                          lack it
Água suja em torneiras residenciais, devido ao avanço 
indiscriminado do desenvolvimento. 
World
                                                          Water Crisis
                                                          book Blue
                                                          Planet Run
                                                          safe drinking
                                                          water to the
                                                          one billion
                                                          people who
                                     
                
     lack it
Aldeões na ilha de Coronilla, Quénia, cavam poços profundos em busca
do precioso líquido, a apenas 300 metros do mar. A água é salobra.  
 

World
                                                          Water Crisis
                                                          book Blue
                                                          Planet Run
                                                          safe drinking
                                                          water to the
                                                          one billion
                                                          people who
                                                          lack it
Aquele que foi o quarto maior lago do mundo, agora é um cemitério poeirento 
de embarcações que nunca mais zarparão...

VALORIZE A ÁGUA!
EM ALGUNS LUGARESELA NÃO EXISTE MAIS...
Related Posts with Thumbnails